sexta-feira, 29 de março de 2013

PERCEPÇÃO AUDITIVA-Atividades



A percepção auditiva envolve a recepção e a interpretação de estímulos sonoros através da audição. Nesta percepção identificam-se algumas habilidades como a detecção do som, sensação sonora, discriminação, localização, reconhecimento, compreensão, atenção e a memória, sendo assim parte do processamento auditivo que envolve a investigação do sinal acústico integrando a informação em modelos. Diferente dos nervos ópticos, a audição não suporta estímulos desagradáveis, ou seja, caso o ouvido for exposto a intervalos dissonantes tem-se a impressão de que esta errado, que não é belo ou em casos extremos uma peça dissonante pode causar irritabilidade ao ouvinte.

Atividades para estimular esta área:


As atividades que envolvem a percepção auditiva agem, além do estímulo auditivo em si, no desenvolvimento de diversos aspectos cognitivos, tais como criatividade, memória, linguagem, e tantos mais que o terapeuta possa explorar, dependendo do objetivo previsto.

Muitas atividades podem ser utilizadas não somente com crianças, mas também com idosos, especialmente no estímulo da memória.
- Com objetos sonoros (chocalhos, latas com pedrinhas, sons onomatopaicos, ruído do ambiente, músicas), treinar e localizar, identificação, reprodução e execução dos diferentes sons.
- Jogos de rimas.
- Treinamento de ritmo (através de marcha, palmas e dança, etc).
- Jogos de palavras que iniciam com o mesmo som.
- falar, escrever ou ainda desenhar o som ouvido.
- contar uma história ou elaborar uma frase baseada no som (ou sons - pode mostrar por exemplo 5 sons e pedir que se desenvolva uma história).
- mostrar alguns sons e pedir posteriormente que identifique na ordem os sons ouvidos
- identificar e imitar sons e ruídos produzidos por animais e fenômenos da natureza.
- procurar a fonte de onde se origina determinado som.
- brincar de cobra cega.
- tocar instrumentos musicais.
JOGOS DE ALFABETIZAÇÃO:
 BINGO DOS SONS INICIAIS
 CAÇA-RIMAS
 DADO SONORO
 TRINCA MÁGICA
 BATALHA DE PALAVRAS
 BINGO DA LETRA INICIAL

Esta caixa com dez jogos de alfabetização, foi disponibilizada pelo MEC em 2012 para as escolas com turmas do ciclo de alfabetização. Um manual didático para o professor, sobre o uso pedagógico de cada jogo, acompanha o conjunto.


BRINCADEIRAS:
MORTO-VIVO
**Organizar uma fileira, onde cada criança deverá ficar ao lado da outra. Todas deverão seguir as ordens ditadas pelo professor:
__ Vivo (ficar em pé), Morto (ficar abaixado ou de croque).
**A criança que executar as ordens de maneira contrária deverá sair da brincadeira.
**Vencerá a criança que permanecer até o final da brincadeira, executando as ordens de maneira correta.

O TAMBORIM – envolve Matematica
MATERIAL: fichas com números de 0 a 9
**O animador desta brincadeira pode ser uma criança diferente a cada dia.
**Ele escolhe um número extraído do domínio das crianças. Cada uma das demais crianças têm em sua carteira (dispostas em círculo) algumas etiquetas com algarismos de 0 a 9.
**O animador bate em seu tamborim (que pode ser um tambor ou objeto qualquer) uma vez ou duas vezes, assim por diante.
**O tamborim é abaixado e os alunos devem levantar a etiqueta, com o número correspondente às batidas efetuadas.
VARIAÇÃO: os alunos escrevem um número de 0 a 9 no caderno se acertar as batidas do tamborim, ganha um ponto.

BOM DIA (Boa Tarde)
Alunos em círculo, de mãos dadas, no interior um colega de olhos vendados.
O círculo rodará para a esquerda ou para a direita. O jogador do centro bate os pés e todos param. Ele apontará para círculo e o indicado dirá: Bom Dia. O do centro terá que reconhecer pela voz, dizendo seu nome.
Em caso de erro em o direito de apresentar mais dois nomes. Acertando será substituído pelo jogador indicado, e assim seguirá o jogo.
VARIAÇÃO – tentar reconhecer os colegas tateando-lhes o rosto.Um jogador de olhos vendados e outro com uma sineta, os dois dentro do círculo, o jogador da sineta bate-a e o de olhos vendados tenta pega-lo.

*O QUE CAIU, E ONDE?
Alunos divididos em duas equipes, uma de números pares e outra ímpares.
Colocar o círculo em ordem numérica crescente.
Todos de olhos vendados, o orientador deixa cair um chocalho e chama a atenção para o som que produziu, quando o chocalho cair novamente ele chamará dois alunos um de cada equipe, ex: o 3 e o 10, que deverão com os olhos vendados, sair do círculo e procurar o chocalho.
Nesse momento todos retiram a venda para acompanhar o trabalho realizado pelos colegas.
Quem encontrar o chocalho primeiro ganha 1 ponto para sua equipe.

ATIVIDADES de Registro:












10 comentários :

  1. Oi Rosangela! Muito bom e esclarecedor. Obrigada por partilhar. Bom feriado e boa páscoa! Bjs.

    Jussara
    caminhandonaarte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. OI achei sua matéria ótima. Obrigada por nos ajudar.

    ResponderExcluir
  3. Esse Blog é fantástico. Amei, pois atendeu minhas necessidades de imediato. Parabéns! Aproveitarei o máximo para trabalhar com meus pequenos da Educação Especial. Farei apenas, algumas adaptações.
    Um grande abraço,
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Maria e colegas por gostarem do material pesquisado e aplicado.Fico feliz em multiplicar e contribuir.sucesso a vocês e voltem aqui sempre que precisarem.Um abraço e até mais!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. bom dia muito boas essa dicas vocês estão de parabéns. eu trabalho numa empresa, e quero fazer uma dinâmica com os colegas mas o nosso tempo é curto, só tem 20minutos para conversa, vocês pode me indicar uma dinâmica que seja legal pra fazer com eles? muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!Obrigada pela visita e pelo carinho.Fico feliz que tenha gostado do material e segue uma sugestão.
      Essa dinâmica rápida tem por objetivo concentrar a atenção dos participantes e o foco nas atividades além de estimular o raciocínio rápido nas respostas as perguntas propostas.

      Esse é um jogo de integração e aquecimento, excelente para grupos novos ou início de oficinas e cursos. Responder rapidamente as perguntas do coordenador do jogo, dizendo seu próprio nome ou o nome de outros participantes.

      Materiais: Uma sala ampla com cadeiras.

      Procedimento: Pedir para que os participantes façam um grande círculo com suas cadeiras.
      Quando todos estiverem sentados em suas cadeiras, formando o círculo, o coordenador posiciona-se no centro da roda sem cadeira e começa o jogo, aproximando-se de alguém e dizendo-lhe qualquer das seguintes frutas: "morango, morango" ou "laranja, laranja" ou "limão, limão" ou "cesta de frutas".

      Ao ouvir uma das frutas, a pessoa sentada fará o seguinte:
      a. Ao ouvir "morango, morango", a pessoa sentada deverá responder seu próprio nome.
      b. Ao ouvir "laranja, laranja", a pessoa sentada deverá responder dizendo o nome do companheiro ou companheira que está à sua direita.
      c. Ao ouvir "limão, limão", a pessoa responderá com o nome da pessoa que se encontra à sua esquerda.
      d. Ao ouvir "cesta de frutas", neste caso todos os jogadores se levantam e trocam de lugar. A pessoa que está no centro da roda tentará também ocupar uma cadeira. Aquele que ficar sem cadeira reinicia o jogo.

      Dicas: Observar se os participantes estão atentos e se integrando.

      Tempo de aplicação: 20 minutos
      Número máximo de pessoas: 30
      Número mínimo de pessoas: 10

      O tempo de uma atividade é importante devido aos horários corridos do dia-a-dia, no entanto mais do que o tempo gasto ou economizado o importante é nunca perder o foco na qualidade, seja do trabalho prestado ou na entrega do produto final.

      Excluir
  5. Oi, muito legal seu trabalho e parabéns pelo seu blog! Gostaria de saber, qual foi o livro que você tirou as atividades de registro? Valeu!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro!
      Obrigada pela visita e retirei as atividades da internet, pesquisando bastante. Você pode salvar no seu computador e depois imprimir.
      Abraço e até mais.

      Excluir
  6. Amei seu blog! Obrigada por compartilhar conosco essas dicas maravilhosas.
    Gostaria de ver dicas de como trabalhar o som nasal (m,n) com crianças disléxicas.
    Obrigada!

    ResponderExcluir

Fique a vontade.Compartilhe sua opinião!
Gosto de trocar e somar ideias.
Obrigada pela visita!
Um abraço, Rosangela

RESULTADO EM AÇÂO!



csp6961069

Na aventura de aprender de nossas crianças e jovens,
pais e professores são a bússola para o caminho de
descobertas e aprendizagens significativas e felizes.
(Rosangela Vali - Pedagoga e Psicopedagoga)

"Somos diferentes, mas não queremos ser transformados em desiguais. As nossas vidas só precisam ser acrescidas de recursos especiais".

(Peça de teatro: Vozes da Consciência,BH)

MotivAÇÃO FAZ BEM!

Hoje Acordei Para Vencer! A automensagem positiva logo pela manhã é um estímulo que pode mudar o seu humor, fortalecer sua autoconfiança e, pensando positivo, você reunirá forças para vencer os obstáculos. Não deixe que nada afete seu estado de espírito. envolva-se pela música, cante ou ouça. Comece a sorrir mais cedo. ao invés de reclamar quando o relógio despertar, agradeça a Deus pela oportunidade de acordar mais um dia. O bom humor é contagiante: espalhe-o. Fale de coisas boas, de saúde, de sonhos, com quem você encontrar. Não se lamente, ajude as outras pessoas a perceber o que há de bom dentro de si. Não viva emoções mornas e vazias. Cultive seu interior, extraia o máximo das pequenas coisas. Seja transparente e deixe que as pessoas saibam que você as estima e precisa delas. Repense seus valores e dê a si mesmo a chance de crescer e ser mais feliz. Tudo que merece ser feito, merece ser bem feito. Torne suas obrigações atraentes, tenha garra e determinação. Mude, opine, ame o que você faz. Não trabalhe só por dinheiro e sim pela satisfação da "missão cumprida". Lembre-se: nem todos têm a mesma oportunidade. Pense no melhor, trabalhe pelo melhor e espere pelo melhor. Transforme seus momentos difíceis em oportunidades. Seja criativo, buscando alternativas e apresentando soluções ao invés de problemas. Veja o lado positivo das coisas e assim você tornará seu otimismo uma realidade. Não inveje. Admire! Seja entusiasta com o sucesso alheio como seria com o seu próprio. Idealize um modelo de competência e faça sua auto-avaliação para saber o que está lhe faltando para chegar lá. Ocupe seu tempo crescendo, desenvolvendo sua habilidade e seu tempo. Só assim não terá tempo para criticar os outros. Não acumule fracassos e sim experiências. Tire proveito de seus problemas e não se deixe abater por eles. Tenha fé e energia, acredite: Você pode tudo o que quiser. Perdoe, seja grande para os aborrecimentos, pobre para a raiva, forte para vencer o medo e feliz para permitir a presença de momentos infelizes. Não viva só para seu trabalho. Tenha outras atividades paralelas como: esportes, leitura... cultive amigos. O trabalho é uma das contribuições que damos para a vida, mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações. Finalmente, ria das coisas a sua volta, ria de seus problemas, de seus erros, ria da vida: "A gente começa a ser feliz quando é capaz de rir da gente mesmo". (Autor desconhecido)

Dicas de FAZER o BEM faz BEM!

“Ninguém e nada cresce sozinho. Sempre é preciso um olhar de apoio. Uma palavra de incentivo. Um gesto de compreensão. Uma atitude de segurança. Devemos, assim, sermos gratos. Aos que nos ajudaram a crescer. E termos o propósito de não parar. E não passar em vão pela vida”. (autor desconhecido)

Aprender no Coletivo!

"Quanto mais rica

a experiência humana,

tanto maior será

o material disponível

para a imaginação e

a criatividade".

(Lev S. Vygostsky)


Na aventura de aprender de nossas crianças e jovens, pais e professores são a bússola para o caminho de descobertas e experiências
significativas e felizes.
(Rosangela Vali - Pedagoga e Psicopedagoga)


ATENDIMENTO PSICOPEDAGOGICO


Sou participante em...

Ocorreu um erro neste gadget
Loading...
Salmo 16:8 -
(Com ELE, nos FORTALECEMOS!)

Selinhos Amigos e Parceiros neste BLOG! OBRIGADA!